Nova diretoria da Abrafh toma posse

Em noite de prestígio a sede do Grupo Arco-Íris, no Rio de Janeiro, receberam os novos membros da diretoria da Associação Brasileira de Famílias Homotransafetivas (Abrafh), que foram empossados para um novo mandato.

A nova diretoria terá a seguinte composição :

Conselho Diretor

Presidente: Toni Reis

Vice-Presidente: Thamirys Nunes

Diretor de Relações Institucionais: Saulo Amorim Amorim

Diretora Administrativa: Rafaela Crispim

Diretor de Comunicação: Eduardo Pinheiro Braga

Diretora Financeira: Rafaelly Wiest

Diretora Jurídica: Amanda Souto Baliza

O experiente militante Toni Reis é uma das apostas da nova diretoria da Abrafh para a realização de um bom trabalho no Brasil

Coordenações Regionais 

Região Norte: Mirna do Socorro Cunha Ewerton Imbiriba

Região Nordeste: Maria do Céu de Ataíde Vasconcelos

Centro-Oeste: Keila Guedes Silva Santos

Região Sudeste: Josemar Rodrigues Mendonça Corrêa

Região Sul: Valmir Alberto Thomé

Conselho Fiscal: Lucas Siqueira Dionísio; Isis da Mata Pereira; João Luiz Carvalho Buquera

O lema da nova diretoria é “Se ameaçarem nossa existência, seremos resistência, pois todas as famílias merecem proteção e nenhuma ficará para trás”.

“Queremos agradecer a gestão anterior, na pessoa de Saulo Amorim, que tem sido um gentleman nesse processo de transição, e também agradecer o Dr. Guilherme, que está cuidando do registro de documentos anteriores e da ata atual.

Passado o período de transição, agora vamos trabalhar no mínimo 8 horas por dia para proteger e defender as famílias homotransafetivas!.

A primeira coisa que temos que fazer é começar a colocar em prática as 10 propostas muito concretas (mais abaixo) da atual gestão. Não podemos perder nenhum dia. O mandato é de apenas dois anos!

Precisamos do envolvimento das 1374 pessoas/famílias afiliadas à Abrafh. Para tanto, vamos construir inicialmente um cadastro de pessoas que gostariam de contribuir, cada uma de sua maneira, para a efetivação das 10 propostas abaixo elencadas. Logo logo estaremos fazendo uma consulta sobre isso.

As propostas da chapa eleita em 9 de agosto de 2021 são:

1) Fazer o planejamento estratégico e reformar o estatuto, nos primeiros seis meses do mandato

2) Elaborar o plano de comunicação: mídias sociais; mídias convencionais; uma campanha nacional das famílias; campanhas conforme o calendário LGBTI+ (histórias e depoimentos)

3) Fazer advocacy, accountability e litigância estratégica a favor das famílias homotransafetivas

4) Incentivar as adoções legais e necessárias (tardias)

5) Fazer controle social em todos os níveis e espaços de interesse das famílias homotransafetivas

6) Realizar eventos: 1 evento nacional por ano; seminários municipais, estaduais e distritais.

7) Fazer eventos de socialização das famílias homotransafetivas: piqueniques; jantares; entre outros

8) Criar coordenações estaduais e distrital, temáticas e específicas

9) Estabelecer coworking com outras redes, ONGs e instituições

10) Acompanhar e proporcionar apoiar jurídico, psicológico e social às famílias homotransafetivas, dentro das possibilidades da ABRAFH.Foto:Divulgação

Leave a Comment

Your email address will not be published.

Start typing and press Enter to search