Gleiber Dantas: O padre que ganhou às redes

Ele ficou conhecido como o “Padre da Rede” por causa dos mais de duzentos leilões que realizou em duas temporadas, em 2020 e 2021, quando trabalhava na Paróquia São Sebastião e Nossa Senhora das Graças, na cidade de Florânia, que ele chama de Terra de Milagres e Coração Espiritual do Seridó.

Esse é o Padre Gleiber Dantas de Melo, nascido em 10 de dezembro de 1977, em Caicó, como ele faz absoluta questão de dizer. E complementa dizendo que é um filho do Seridó. Sua formação em filosofia e teologia fez no Rio de Janeiro; não concluiu licenciatura e bacharelado em história; faz graduação em letras, na UFRN, e pela UERN fez pós-graduação nessa área, pesquisando sobre o governo do Monsenhor Walfredo Gurgel.

Foi coroinha da Paróquia de Sant’Ana de Caicó, quando as festas de Sant’Ana eram comandadas pelo seu padrinho e atual pároco emérito, Monsenhor Antenor Salvino de Araújo, que não cansava de dizer que “a Festa de Sant’Ana é um estrondo”. Foi padre Antenor que sugeriu ao Governo do Estado a realização da Ilha de Sant’Ana, o grande complexo turístico que dá suporte aos grandes festejos caicoenses.

Padre Gleiber Dantas popularizou-se ao fazer lives se balançando em uma rede

Conversar com Padre Gleiber é conhecer as muitas histórias que se entrelaçam com a sua vida. Ele foi ordenado em 13 de dezembro de 2002, dia de sua madrinha Santa Luzia, padroeira do país de Mossoró.

Nesses quase 20 anos de ministério, trabalhou em Caicó, Serra Negra do Norte, Jardim de Piranhas, Recife e, de 2016 a 2021, em Florânia, onde se encontra o Santuário de Nossa Senhora das Graças, sobre um monte onde o ser humano está no encontro do céu com a terra.

Foi ali que ele ficou nacionalmente conhecido, da maneira mais inusitada. Na noite de 31 de agosto de 2020, ele fez o leilão de uma lasanha, se balançando em uma rede. Pela lasanha, ganhou R$ 140,00 e o vídeo viralizou.

Ele foi chamado pelo SBT para participar do quadro “Famosos da Internet”, no Programa da Eliana. Todos os leilões que ele comandou em Florânia foram em prol da reforma e ampliação do Monte das Graças, mas já fez também outros em Mossoró, Encanto, Umarizal, Pau dos Ferros, Assu, Luís Gomes, Martins e Doutor Severiano, em benefício das paróquias que o convidaram.

Em fevereiro de 2022, ele passou a ser vigário paroquial da Paróquia de Sant’Ana, em Caicó, e explica que sua missão é ser ajudante do pároco Alcivan Tadeus, um cerro-coraense torcedor do Flamengo. Padre Gleiber é também rubro-negro, mas torcedor do Sport Club do Recife.

O padre seridoense Gleiber Dantas celebrando missa

Recentemente, no início do mês de julho, ele foi filmado ao lado de amigos, num momento de muita descontração, na Ilha de Sant’Ana.

Naquele domingo, a Paróquia promoveu o Almoço de Sant’Ana e o padre Gleiber, sempre de batina, rodeado de amigos, cantou e fez brindes com cachaça Samanaú, conforme divulgou em nota.

Como ele é primo do Monsenhor Walfredo Gurgel, que foi fumante permanentemente, quis fazer alusão ao parente acendendo um cigarro e citando que sua mãe também fuma.

Ao lado de uma parede com pintura da imagem dele entre dois pés de plantas e ele se balançando na rede, o padre Gleiber Dantas é considerado um homem culto

Todas as redes sociais que postaram o vídeo do padre, com um copo na mão e um cigarro na outra, cantando o sucesso “Boate Azul” e fazendo referência à Boate Sol e Lua, de sua amiga Lilia Saldanha, receberam centenas de comentários, mas, na sua esmagadora maioria, feitos por pessoas que o conhecem e que o defendiam das condenações dos que não conhecem a história de vida desse filho de Djalma e Marlene, com seu jeito próprio de ser um padre tipicamente caicoense, popular, próximo de todas as pessoas.

Nenhuma crítica lhe causou perturbação, porque ele próprio, na sua autocrítica, pensa que poderia ter sido um pouco mais comedido, embora os comentários dos que o conhecem o absolvam de qualquer excesso.

Em Caicó, o Padre da Rede também comanda leilões virtuais e presenciais, em prol da Paróquia de Sant’Ana e continua sendo o Padre ABC porque assovia, anda de bicicleta e chapéu, aliás, capacete.

Numa linguagem sertaneja, ele é um prosador, que puxa conversa com quem encontra, em qualquer lugar, porque não se abstém de falar com quem quer que seja, onde quer que passe. Se você estiver em Caicó e avistar um homem todo vestido de preto, ao pino do meio-dia, passando de bicicleta, assoviando, já sabe quem é: é o Padre Gleiber, vivendo a sua missão de anunciar o Evangelho.Fotos:Divulgação

Leave a Comment

Your email address will not be published.

Start typing and press Enter to search