Natália Herculano: A primeira-dama ousada

de Fortaleza que a AL/CE poderá ter em 2023

Com um histórico de uma mulher moderna e acompanhando as tendências, a enfermeira de formação, a primeira-dama da capital do Ceará, Fortaleza, Natália Herculano é um dos nomes entre todas as primeiras-damas das capitais do Nordeste que têm despertado a atenção da imprensa, conforme trabalho de pesquisa realizado pela revista Mais Abellhudo.

Não é para menos, quando a primeira-dama tem na sua própria história um currículo de uma mulher empoderada,determinada e participando ativamente da vida  política do esposo, o ex-deputado estadual por sete mandatos, prefeito de Fortaleza, médico José Sarto.

Em seu gabinete da primeira-dama ela foge do velho estereótipo daquelas primeiras-damas de décadas passadas que apenas exerciam suas funções em prol de realizar um assistencialismo com entregas de feiras e outras ações em determinadas épocas e períodos do ano.

Natália Herculano sabe-se impor com uma postura de uma mulher muito mais do que ousada, ouve das pessoas que ela recebe em reuniões dos bairros mais humildes indo da periferia, ouvindo pessoas representantes das comunidades de minorias.

Nesse período da pandemia, ela esteve na cozinha entregando marmitas para pessoas em situação de vulnerabilidade social, atendeu representantes de movimentos sociais, esteve presente na preparação de sopas, além de ter feito entrega de chuteiras e materiais esportivos para o futebol feminino.  

Fotos:Reprodução Instagram @natyherculano

Passeando da causa animal e do seu irrestrito apoio ao movimento LGBT, durante a sua participação no dia 27 de abril, Natália Herculano teve uma grande notoriedade e sendo destaque na imprensa em vários veículos de comunicações e redes sociais na sua participação em uma intervenção ao ser pintado várias ruas por parte da Prefeitura de Fortaleza com as cores do arco-íris, símbolo do movimento LGBTQIA+

Batizado de Pare, Pense e Passe com Amor, a iniciativa foi desenvolvida pela celebrar a diversidade o combate a discriminação na capital do Ceará, Fortaleza, considerada uma das mais violentas, tratando-se contra os LGBTs.

A realização teve a participação das “Mães Pela Diversidade”,estando presente com a primeira-dama durante visita às faixas de pedestres no cruzamento da Avenida Beira-Mar com a Rua José Napoleão, no bairro Meireles, em Fortaleza.

A ação está nas ruas pintadas com as cores do arco-íris na Rua Paulino Nogueira, esquina com a Rua Marechal Deodoro, no Benfica; e na Rua Barbosa de Freitas, esquina com a Rua Maria Tomásia, na Aldeota, devendo ser mantida pelos próximos seis meses pela empresa T-Shirt In Box.

Há quem aposte que o trabalho desenvolvido pela primeira-dama de Fortaleza, haverá de ser um chamamento que poderá acontecer dela no próximo ano, sair como forte candidata a uma vaga de deputada estadual para a Assembleia Legislativa do Estado do Ceará.

Leave a Comment

Your email address will not be published.

Start typing and press Enter to search